Normas Projeto Final (PF)

O Projeto Final, chamado de PF, é uma atividade formativa individual que o aluno(a) deve cumprir a fim de concluir seus estudos de Mestrado ou Especialização.

As Normas para o PF foram concebidas para oferecer a orientação necessária durante todo o processo de sua elaboração. Com este fim, foi preparada uma sequência de tarefas obrigatórias que servirão como um guia para o seu desenvolvimento, sobretudo para os alunos que não possuem experiência na elaboração de projetos deste tipo.

Neste fluxograma, apresenta-se uma visão global do procedimento de elaboração do PF.

Antes de iniciar o Projeto Final

Os requisitos indispensáveis para iniciar o PF são:

  • Ter concluído 2/3 das disciplinas do programa acadêmico (aproximadamente 66%).  No Panal, é possível consultar o progresso acadêmico.
  • Para todos os alunos de programas de mestrado, nesta porcentagem deve estar incluída a disciplina Metodologia da Pesquisa Científica, devidamente concluída e aprovada.

Além disso, para os programas abaixo, é necessário cumprir com os seguintes requisitos específicos a fim de poder iniciar o PF:

  • Os alunos que cursam o programa de Mestrado Internacional em Administração e Direção de Empresas (MBA), além disso, devem ter aprovada a primeira fase do Projeto Empresarial, o Plano de Empresa.
  • Os alunos que cursam Programas com o Módulo de Desenho de Projetos devem, além disso, ter concluído satisfatoriamente o Módulo de Desenho.
  • Os alunos que cursam os Programas da área de Tecnologia e Informação (TI) devem, além disso, concluir satisfatoriamente o Estudo e Resolução de Caso (ERC).
  • Os alunos que cursam Programas com Seminário(s) de Pesquisa devem, além disso, ter sido aprovados no(s) seminário(s) de pesquisa.

Por outro lado, é recomendável revisar os seguintes documentos de referência, indispensáveis para o desenvolvimento do PF:

 

TAREFA 0: Inscrição do D0

O primeiro passo no desenvolvimento do Projeto Final é apresentar os possíveis temas que sejam do interesse do aluno e que possam tornar-se objeto do PF. Para tal fim, envia-se pelo Panal à Secretaria de PF o documento PF-D0: Clique aqui para ver o documento PF-D0.

Em relação à Secretaria do PF:

Para decidir quais temas apresentar neste primeiro passo, é importante considerar a seguinte premissa:

  • O projeto final deve ter um caráter profissionalizante e não exclusivamente acadêmico, ou seja, deve ser uma proposta e/ou implementação de uma atuação com o objetivo de responder às necessidades detectadas em um determinado contexto profissional real, relacionado com a área profissional na qual o programa está inserido e sua especialidade, se houver. Mesmo que inclua tarefas e processos de coleta e análise de informação (identificação e análise de necessidades, por exemplo), o PF deve sempre conter uma proposta para uma possível aplicação prática ou a aplicação prática em si. Como exemplos, é possível citar um projeto de intervenção, a resolução de um problema, uma proposta de melhoria ou um planejamento.
  • Alunos de Especializações da Área de Comunicação (não de Mestrado): os estudantes do programa de Direção e Produção de Cinema, Vídeo e Televisão, ao invés de apresentar uma pesquisa, devem apresentar um produto comunicativo. As demais especializações da área de Comunicação podem optar por uma das duas modalidades: pesquisa ou produto comunicativo.  No caso de desenvolver um produto comunicativo, consulte aqui.

 

Para delimitar as possíveis propostas de temas é recomendável:

  1. Revisar as disciplinas do programa acadêmico ou conteúdos específicos das mesmas que tenham gerado maior interesse e que possam ser objetos de pesquisa.
  2. Observar no contexto de trabalho aspectos vinculados aos temas do Mestrado ou Especialização, que possam ser suscetíveis de abordar como PF.
  3. Definir os pontos fortes a respeito dessa(s) temática(s). Esses pontos fortes estão relacionados com a disponibilidade de informação e experiência no campo de estudo.
  4. Estabelecer as possibilidades de aplicação do conhecimento desenvolvido, seja em nível organizacional ou dentro do entorno geográfico, social, econômico e/ou cultural.

TAREFA 1: Feedback do D0

A Secretaria de PF revisa o documento D0 em um prazo máximo de 7 dias. Posteriormente, o documento pode ser enquadrado em duas hipóteses:

  • Caso seja aceito: será indicado o Orientador do PF, que entrará em contato com o aluno mediante correio eletrônico. uma vez avaliada a proposta.
  • Caso necessite de correção: caso se considere oportuno, comunica-se ao aluno mediante correio eletrônico as melhorias que devem ser realizadas no documento. O aluno deve aplicar as sugestões dadas pela Secretaria do PF a fim de proceder com um novo envio do documento.
  • Caso não seja aceito: o aluno deve refazer o D0, apresentando uma nova temática.

TAREFA 2: Inscrição do D1

Aceito o documento PF-D0, o passo seguinte é inscrever a proposta oficial do PF através do documento PF-D1:

Do mesmo modo que o PF-D0, o envio do documento PF-D1 é feito através da seção Trabalho Final do Panal e, neste caso, é recebido pelo Orientador do PF.

Em relação ao Orientador de PF:

O desenvolvimento do PF-D1 merece especial atenção e dedicação por parte do aluno, pois este documento é a semente do que será a Memória do PF. Sua elaboração é essencial para organizar as ideias e, consequentemente, o trabalho de maneira sistematizada.

TAREFA 3: Feedback do D1

Uma vez que o Orientador recebe o PF-D1, dispõe de um prazo de 10 dias úteis (excluídos sábados, domingos e feriados) para revisar a proposta e propor sugestões de melhorias, caso se mostrem necessárias.

Uma vez considerado apto, o Orientador envia a proposta definitiva à Comissão Acadêmica, encarregada de decidir sobre a pertinência do PF proposto:

  • Se a resolução é favorável, o Orientador informa devidamente o aluno para que inicie o desenvolvimento do PF. A Comissão Acadêmica pode condicionar a execução do PF com base em critérios específicos de melhoria.
  • Se a resolução não é favorável, o Orientador informa o aluno, que deve apresentar uma nova proposta, repetindo o procedimento de formulação do D0 com uma temática diferente.

Aceito o documento PF-D1, é o momento de iniciar o desenvolvimento da Memória do PF.

TAREFA 4: Entrega do Avanço 1

O aluno deve desenvolver um total de 2 avanços, cujo resultado final é publicado em uma Memória ou Relatório de PF.

Em primeiro lugar, o aluno desenvolve o AVANÇO 1 composto pelos seguintes itens:

  • Conteúdos correspondentes à primeira metade dos capítulos aprovados no roteiro/índice do documento PF-D1.
  • Citações bibliográficas no texto.
  • Referências bibliográficas trabalhadas nestes capítulos, ao final do texto (segundo a norma de citação correspondente).
  • Anexos correspondentes.
Para o desenvolvimento dos Avanços do PF, devem ser utilizados os seguintes documentos:

Modelo Oficial da Memória do PF: os Avanços devem ser desenvolvidos no modelo correspondente.

 

Para alunos de Especializações (não de Mestrado) da Área de Comunicação (desenvolvimento de produto comunicativo):

Capa da Memória do PF: nos Avanços, deve-se incluir a(s) capa(s) da(s) universidade(s) correspondentes.
Manual de Aspectos Formais: descreve as exigências de formato, extensão, organização interna dos conteúdos, redação e estilo.
Normas para citações e referências bibliográficas: em geral, os alunos devem obedecer à Norma APA, exceto aqueles cujos projetos finais estejam relacionados com as Ciências da Saúde, que devem obedecer a Norma Vancouver.
Documentos complementares: material adicional para o desenvolvimento ideal do PF.
Uma vez desenvolvido o Avanço 1, o aluno deve enviá-lo através do Panal. Uma vez enviado, é importante não se demorar em continuar avançando nos estudos, conciliando o estudo das disciplinas pendentes com o desenvolvimento do Avanço 2.

TAREFA 5: Feedback do Avanço 1

Nas revisões de ambos Avanços do PF, o Orientador do PF considera os seguintes critérios de avaliação:

  • Documento baseado na estrutura do Modelo Oficial para a Memória da Pesquisa.
  • Autenticidade da informação (não apresentar plágio): para garantir a originalidade do Projeto Final, todos os documentos do Projeto Final são revisados por um software anti-plágio.
  • Emprego de fontes confiáveis, atuais e correta citação da bibliografia (norma APA ou Vancouver, conforme aplicável).
  • Cumprimento das diretrizes apontadas nos Aspectos Formais.
  • Correspondência do título do PF e do índice com o aprovado no formulário PF-D1.
  • O conteúdo de cada seção deve estar suficientemente desenvolvido e justificado.
  • O conteúdo deve estar sempre conectado e relacionado com a linha de pesquisa.
  • Os conteúdos analisados devem apresentar contribuições pessoais como modo de reflexão ou análise crítica.

No prazo máximo de um mês corrido, em caso de Mestrado, ou de 15 dias corridos, em caso de Especialização, o Orientador do PF enviará ao aluno, por correio eletrônico, o correspondente feedback do Avanço 1. O aluno aplica as correções e/ou sugestões de melhorias no Avanço 2.

TAREFA 6: Entrega do Avanço 2

Concluído o desenvolvimento do PF, o aluno deve entregar o Avanço 2, composto pelas correções indicadas no Avanço 1 e a segunda (e última) metade dos capítulos aprovados no roteiro/índice do documento PF-D1.

Os documentos a consultar para o desenvolvimento do Avanço 2 sãos os mesmos recomendados para o Avanço 1, disponíveis aqui.

Uma vez desenvolvido o Avanço dois, o aluno envia-o através do Panal. Após enviá-lo, é importante não se demorar e continuar avançando nos estudos.

TAREFA 7: Feedback do Avanço 2

Na revisão do Avanço 2 do PF, o Orientador do PF considera os critérios de revisão já descritos na Tarefa 5: Feedback do Avanço 1.

No prazo máximo de um mês corrido, em caso de Mestrado, ou de 15 dias corridos, em caso de Especialização, o Orientador do PF enviará ao aluno, por correio eletrônico, o correspondente feedback do Avanço 2.

TAREFA 8: Entrega da Memória do PF

Aplicadas as correções e melhorias sugeridas pelo Orientador do PF na revisão do Avanço 2, o aluno envia o Projeto Final completo e o Orientador realiza a última revisão do documento.

Uma vez que o Orientador decide que a Memória do PF já está pronta, o aluno deve proceder à sua entrega. ParaPara tal fiz, através do Panal, envia um arquivo compactado (formato ZIP ou RAR) que contenha:
  • A versão final da Memória do PF (em formato PDF): o documento deve ser nomeado assim: Sobrenome_Nome_login_PF.
  • O documento D2 – Solicitação de Banca Avaliadora devidamente preenchido e assinado (em formado DOC): o documento deve ser nomeado assim: Sobrenome_Nome_login_D2.

ATENÇÃO: o arquivo comprimido não deve ultrapassar 10 MB. No caso de ocupar um volume superior, devem ser enviados em vários arquivos.

TAREFA 9: Defesa oral

Os alunos de todos os mestrados da Universidad Internacional Iberoamericana de Porto Rico e de alguns mestrados da Universidad Europea del Atlántico devem superar a defesa oral da Memória do PF:

Consulte AQUI se você precisa cumprir com esta exigência.

No caso da dupla titulação da UNINI PR e dos mestrados universitários da UNEATLANTICO, prevalecem as exigências da UNEATLANTICO.

Consulte mais informações nas seguintes normas:

Se o aluno necessitar de qualquer esclarecimento, pode solicitá-lo na seção Contato

TAREFA 10: Avaliação do PF

A avaliação do PF é realizada de uma das seguintes maneiras, conforme aplicável:

  • PF sem defesa oral: avalia-se no prazo de 15 dias úteis (3 semanas) seguindo os seguintes critérios de avaliação: Relatório de avaliação.
  • PF com defesa oral: o PF recebe o parecer da Banca Avaliadora após a realização da defesa oral: 80% corresponde ao trabalho realizado e 20% à arguição oral.  Neste caso, seguem-se os seguintes critérios de avaliação: Relatório de avaliação.

A nota do PF é ponderada segundo as normas da universidade que concede o grau de Mestre ou Especialista.

Os critérios de qualidade e conformidade a serem considerados pela Banca Avaliadora são os seguintes:

  • Conteúdo correto, preciso, completo, coerente e lógico.
  • Maturidade e domínio das matérias estudadas e consideradas no trabalho realizado.
  • Profundidade de análise, síntese, avaliação, interpretação e/ou resolução do tema.
  • Pertinência do tema à realidade contemporânea, global e tecnológica.
  • Capacidade de pesquisa, análise, cotejamento e tratamento da informação.
  • Manejo correto e atualizado da bibliografia.
  • Cumprimento dos requisitos exigidos no marco teórico e/ou empírico.
  • Contribuição criativa e/ou crítica ao problema, situação ou cenários em tratamento.
  • Apresentação da informação de forma sólida, explícita e bem estruturada.
  • Redação e apresentação adequados.

Uma vez avaliado o PF, o resultado pode ser:

  • Aprovado: iniciam-se os trâmites para solicitação do diploma.
  • Não aprovada: o documento é devolvido ao aluno para que o revise, atendendo todas as observações feitas pela banca avaliadora. Quando o aluno termina de corrigir a Memória do PF, deve entregá-la outra vez através do Panal para que seja revisada pelo Orientador e este indique a pertinência ou não de uma nova avaliação do documento modificado.
  • Reprovado: se o trabalho realizado viola o código profissional, ético ou deontológico, o PF é rejeitado e o aluno pode ser expulso do programa. Caso continue, deve realizar uma nova proposta de tema e recomeçar o processo do PF do início.

A instituição se reserva ao direito de conservar o exemplar da Memória do PF do aluno e utilizá-lo com fins pedagógicos dentro do Campus Virtual, com expressa referência ao autor e Orientador. O uso para outros fins pode ser feito posteriormente à graduação (publicação, uso de dados, entre outros) e deve contar sempre com o consentimento expresso do autor.

TAREFA FINAL: PF Finalizado

Uma vez concluídas todas as disciplinas e aprovado o PF, encerra-se o expediente acadêmico do aluno.

Em seguida, ele/ela recebe um correio eletrônico com toda a informação para a tramitação do diploma na universidade em que se inscreveu, assim como o valor a pagar pelas taxas administrativas.

O aluno recebe o diploma que comprova o Título (Mestrado/Master ou Especialização, segundo a legislação do país e a universidade que entrega o diploma), em conjunto com um resumo do seu expediente acadêmico.

Para qualquer esclarecimento a respeito, o aluno deve entrar em contato com a Secretaria Acadêmica da Sede em que foi matriculado.